Our Community
Fotos
Vídeos
Artigos
Forum
CLOSE

O Sermão do Apóstolo Pedro

“Por que vos maravilhais disto, ou por que fitais os olhos em nós como se pelo nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar?” Tirando a atenção de si e do seu companheiro João, Pedro aponta para o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, e para o seu servo Jesus, como origem do milagre.

Pedro trata da questão: Por que Deus operou o milagre? Foi para glorificar seu servo Jesus, mas especialmente para que aqueles que ali estavam soubessem que o Pai estava glorificando aquele que os judeus entregaram à morte. Aqui Pedro não deixa sua mensagem ambígua ou suavizada: “… a quem vós traístes e negastes perante Pilatos, quando este havia decidido soltá-lo. Vós, porém, negastes o Santo e o Justo, e pedistes que vos concedessem um homicida. Dessarte matastes o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou…” (At 3.13-15, ênfase nossa).

Continuar...

Poder Através da Impotência

Por: Dennis Kinlaw 

O artigo a seguir foi adaptado de uma mensagem proferida na conferência “Heart-Cry for Revival” (Clamor do Coração por Avivamento), em abril de 2004, em Asheville, Carolina do Norte, EUA.

Na segunda carta de Paulo aos Coríntios, do capítulo 10 ao capítulo 13, temos uma passagem muito interessante que nos revela fatos sobre o apóstolo os quais não temos em nenhum outro lugar. Vemos ali seu coração de pastor e seu cuidado com relação a um rebanho ao qual tivera o privilégio de apresentar o evangelho e, depois, de conduzir à fé em Jesus. Eram seus filhos e, no capítulo 11, ele abre seu coração em palavras comoventes e afetuosas, revelando o sonho e anseio que o moviam: apresentá-los “como virgem pura a um só esposo, que é Cristo” (v.2). Que filosofia interessante de ministério pastoral é esta: apresentar seu povo como virgem pura a Cristo!

Continuar...

Assembleia Solene

Por: Richard Owen Roberts

Há nada menos que doze movimentos de avivamento no Velho Testamento. Embora cada um seja distinto dos demais, há pelo menos quatro fatores que precedem cada avivamento, que são comuns a todos.

1) Um trágico declínio. Cada avivamento do Velho Testamento é precedido por um período de declínio moral e espiritual entre o povo de Deus. Como exemplos que ilustram este problema, podemos citar Êxodo 32 e 33, onde o declínio incluiu a fabricação do bezerro de ouro para ser adorado; e o tempo de Davi, que foi precedido por mais de seis décadas em que a Arca da Aliança de Deus estava fora do seu lugar certo em Jerusalém.

2) Justo juízo de Deus. Sem exceção, os avivamentos do Velho Testamento sempre foram precedidos por alguma espécie de juízo da parte de Deus. Enquanto alguns destes juízos foram imediatos e finais, resultando em mortes entre os ímpios, outros foram misericordiosos e redentores, resultando em quebrantamento, oração, arrependimento e intensa busca da face de Deus.

Continuar...

Comente

SIDEBAR A

Mais Recentes